Participação das mulheres no agronegócio é uma tendência inegável, aponta pesquisa
Participação das mulheres no agronegócio é uma tendência inegável, aponta pesquisa Participação das mulheres no agronegócio é uma tendência inegável, aponta pesquisa Participação das mulheres no agronegócio é uma tendência inegável, aponta pesquisa Participação das mulheres no agronegócio é uma tendência inegável, aponta pesquisa

Participação das mulheres no agronegócio é uma tendência inegável, aponta pesquisa

4 min de leitura

Como forma de celebrar o Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março, o Instituto de Estudos do Agronegócio – IEAg, da ABAG, em pareceria com a PwC e o Transamerica Expo Center, apresentaram os resultados de uma pesquisa […]

por Syngenta Digital
Participação das mulheres no agronegócio é uma tendência inegável, aponta pesquisa Voltar
Participação das mulheres no agronegócio é uma tendência inegável, aponta pesquisa
Mulheres ganham espaço no agronegócio

Como forma de celebrar o Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março, o Instituto de Estudos do Agronegócio – IEAg, da ABAG, em pareceria com a PwC e o Transamerica Expo Center, apresentaram os resultados de uma pesquisa inédita sobre a mulher no mundo do agronegócio. Os dados coletados entre novembro de 2015 e abril de 2016, mostram que “existe uma tendência inegável de crescimento na participação das mulheres do agronegócio, mesmo com os desafios relacionados ao gênero”.

O objetivo era caracterizar o papel da mulher neste setor: área de atuação, demandas e entraves. Dividida em duas fases, a análise dos dados na fase quantitativa contou com 301 mulheres que atuam na gestão de empreendimentos agropecuários; e na qualitativa foram entrevistadas nove mulheres em destaque na gestão de empreendimentos deste setor.

Com o resultado, concluiu-se que tais mulheres entrevistadas, pertencentes a diversas faixas etárias, atuam principalmente nas regiões sudeste e centro-oeste, sendo 42% delas na agricultura; em sua maioria, têm curso superior; costumam participar de entidades de representação do setor; 73% atuam na administração geral das empresas; e 37% contribuem da mesma forma que o parceiro nas despesas domésticas.

Durante a fase de apuração das informações, também foi constatado que 43% das mulheres têm dificuldades para que as opiniões sejam tomadas em consideração pelos empregados. Já 28% delas afirmam sentirem barreiras para acessar cargos em associações ou organizações.

Para ver a análise completa da pesquisa, clique aqui.

Por Camila Lemos
Fonte: Agência UDOP de Notícias

Leia mais da categoria:

Posts Sem categoria
4 min de leitura

#WeConnectAg: tecnologia na agricultura é aposta para produtividade

“Um pilar que vai sustentar o futuro em produtividade e qualidade de vida”. É assim que o Josinei da Silva, representante técnico de uma empresa de nutrição no Paraguai, vê a agricultura em uma década. Para o aluno do Strider* […]

Leia na íntegra
Posts
4 min de leitura
Tudo o que você precisa saber para iniciar a safra de soja

Tudo o que você precisa saber para iniciar a safra de soja

Dia 15 de setembro se encerrará o vazio sanitário da soja nos principais estados produtores do país. A partir daí, um bom planejamento pode fazer a diferença em uma temporada com perspectiva de baixas rentabilidades. Para orientar os agricultores neste […]

Leia na íntegra
Posts
4 min de leitura
Café certificado ganha mercado no Brasil

Café certificado e agricultura digital

O café certificado se destaca nas prateleiras do mercado, comprovando que o consumidor — nacional e internacional — busca, cada vez mais, conhecer o produto que consume. Do outro lado, o produtor que precisa atender a essa demanda pode contar […]

Leia na íntegra