Integração de Protector e John Deere torna decisões precisas - Syngenta Digital
Integração de Protector e John Deere torna decisões precisas - Syngenta Digital Integração de Protector e John Deere torna decisões precisas - Syngenta Digital Integração de Protector e John Deere torna decisões precisas - Syngenta Digital Integração de Protector e John Deere torna decisões precisas - Syngenta Digital

Integração de Protector e John Deere torna decisões precisas

4 min de leitura

Os clientes que usam o John Deere Operations Center podem fazer análises e tomar decisões mais precisas com a integração ao Cropwise Protector, que une os mapas gerados pelas máquinas, como de semeadura, aplicação e colheita, aos dados monitorados. Sobrepor esses mapas “brilha os olhos” do produtor, diz o Engenheiro Agrícola e Especialista em Transformação Digital (ETD) na Syngenta Digital Cristiano Fernandes: “Nossa integração é rápida e fácil de usar”.  […]

por Syngenta Digital
Integração de Protector e John Deere torna decisões precisas - Syngenta Digital Voltar
Integração de Protector e John Deere torna decisões precisas - Syngenta Digital
john deere
Cropwise Imagery no computador

Os clientes que usam o John Deere Operations Center podem fazer análises e tomar decisões mais precisas com a integração ao Cropwise Protector, que une os mapas gerados pelas máquinas, como de semeadura, aplicação e colheita, aos dados monitorados. Sobrepor esses mapas “brilha os olhos” do produtor, diz o Engenheiro Agrícola e Especialista em Transformação Digital (ETD) na Syngenta Digital Cristiano Fernandes: “Nossa integração é rápida e fácil de usar”. 

Consultor na Ciarama e responsável por dar suporte no uso dos dois aplicativos nas fazendas, Lucas Andrade de Oliveira conta que a integração tem sido proveitosa no dia a dia. “A gente tem mapas de plantio, aplicação e colheita completos e consegue acompanhar a evolução da praga. Vejo como estava antes, como foi feita a aplicação, com velocidade e taxa. Depois, vejo como foi a resposta dessa aplicação, se diminuiu a incidência de pragas ou não”, relata. 

Oliveira explica que a avaliação da operação por meio da sobreposição de mapas tem sido cada vez mais comum, possibilitando aplicações localizadas. “Percebemos a possibilidade da taxa variável, fizemos testes e implementamos nas fazendas de acordo com monitoramento. Eu gero a recomendação do Protector e envio direto para a máquina pela integração com o John Deere Operations Center”, diz o consultor, que completa: “São muitas as possibilidades na integração com a John Deere. Depois que colher a soja, a gente quer fazer o comparativo do mapa de colheita com o mapa de calor para ver a relação das pragas com a diminuição de produtividade”. 

Como funciona a integração  

O John Deere Operations Center é uma plataforma online em que o usuário consulta informações da operação e das máquinas, permitindo o compartilhamento com parceiros. A configuração da visão integrada com o Cropwise Protector é feita em poucos cliques, gerando rapidez no acesso às duas fontes e, consequentemente, mais valor às tecnologias.  

“A John Deere tem um trabalho muito forte na telemetria de máquina, o cliente consegue acompanhar em tempo real o que está acontecendo no campo. E hoje, o cliente vê valor. Tenho um cliente que colocou no escritório dele duas TVs: uma com o Protector, para acompanhar as pragas (o monitoramento de pragas), e outra com o John Deere Operations Center. Ele consegue pensar na operação, isso ajuda ele a tomar uma decisão”, conta o ETD Cristiano Fernandes. 

A integração permite uma visão geral e detalhada das atividades de semeadura, aplicação e colheita. Por exemplo, cita Fernandes, é possível ver o mapa de plantio, detectar áreas com algumas (possíveis) irregularidade e marcar no Cropwise Protector para monitoramento. “Facilita ver a falha de plantio, identificar o problema e tomar uma ação para corrigir isso”, explica. 

A plataforma permite, também, cruzar e comparar mapas de monitoramento e imagens NDVI com os de aplicações. Muitos dos problemas podem ser sanados ao longo da operação, como erros na operação do pulverizador, proporcionando um manejo de precisão para o aumento de eficiência e da produtividade.

Leia mais da categoria:

Posts
4 min de leitura

Cana-de-açúcar resistente à seca. Será?

A influência da chuva durante todo o desenvolvimento das culturas é fator importantíssimo. Para a cana de açúcar, não é diferente. O estresse causado na planta pela falta ou excesso de água influencia diretamente na qualidade da produção. Pensando nisso, […]

Leia na íntegra
Posts
4 min de leitura
plantação de arroz

Plantação de Arroz. Tudo que você precisa saber para produzir melhor!

Principal alimento de mais da metade da população do mundo, o arroz é versátil. Seja Branco, negro ou vermelho é opção o dia todo, não apenas na hora do almoço ou do jantar. Ele pode ser servido desde o café […]

Leia na íntegra
Posts
4 min de leitura
Detalhe da planta de algodão

Variedades transgênicas de algodão podem ser aprovadas em 2017

Os cotonicultores brasileiros aguardam decisão da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) sobre três novas variedades transgênicas de algodão. Caso sejam aprovadas, as variedades chegarão ao mercado ainda em 2017, com tolerância a herbicidas e resistência a insetos, como lagartas. […]

Leia na íntegra