O impacto da forte chuva de janeiro na agricultura - Syngenta Digital
O impacto da forte chuva de janeiro na agricultura - Syngenta Digital O impacto da forte chuva de janeiro na agricultura - Syngenta Digital O impacto da forte chuva de janeiro na agricultura - Syngenta Digital O impacto da forte chuva de janeiro na agricultura - Syngenta Digital

O impacto da forte chuva de janeiro na agricultura

4 min de leitura

As chuvas intensas que vêm atingindo o Sudeste do país estão deixando muitos estragos nas áreas urbanas. Mas qual o impacto dessa forte chuva na agricultura? A umidade tem origem no Oceano Atlântico e é fruto do fenômeno atmosférico cavado, […]

por Syngenta Digital
O impacto da forte chuva de janeiro na agricultura - Syngenta Digital Voltar
O impacto da forte chuva de janeiro na agricultura - Syngenta Digital

As chuvas intensas que vêm atingindo o Sudeste do país estão deixando muitos estragos nas áreas urbanas. Mas qual o impacto dessa forte chuva na agricultura? A umidade tem origem no Oceano Atlântico e é fruto do fenômeno atmosférico cavado, que acontece quando há ondulação no fluxo de ventos em vários sentidos junto a zonas de convergência. 

Em apenas um mês, 2020 já deixa marcas históricas. Belo Horizonte registrou a chuva do ano inteiro somente em janeiro, somando 932,3mm. Os estados de Espírito Santo e Rio de Janeiro também foram bastante afetados pelas tempestades, que devem se manter sobre a região em fevereiro por causa da Zona de Convergência do Atlântico Sul. 

Chuvas fortes nas fazendas

Segundo o Gerente de Produtos do Climatempo, João Castro, a mudança climática fica cada vez mais irrefutável: “Estudos indicam que haverá uma maior incidência de eventos de chuvas intensas localizadas, sendo a maior concentração de calor um dos fatores que deverão contribuir para a maior incidência desses eventos”. 

Castro explica que, no longo prazo, o ponto que mais deve chamar a atenção é a variabilidade da distribuição das chuvas, o que afetará diretamente a agricultura. Nesse cenário, de acordo com ele, o agricultor terá como aliado o acompanhamento sistemático do Zoneamento de Risco Agroclimático, para que decisões sobre a época de plantio sejam mais precisas e permitam boas produções. 

Chuvas favorecem culturas de verão

Fazenda vista do alto

Monitoramentos do Climatempo mostram que o período de chuvas do início deste ano está favorecendo as principais culturas de verão no Centro-Oeste, no Sudeste, em parte do Sul e no Matopiba. Especificamente em Minas Gerais, há um bom desenvolvimento das lavouras e predomínio de áreas com anomalias positivas do índice de vegetação, tanto em áreas do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba quanto do noroeste do estado.

Como a água é o principal insumo da produção agrícola, o professor do Departamento de Agronomia da UFV Leonardo Pimentel explica que o impactos da chuva no meio rural são menores do que no urbano. “O excesso pode causar prejuízo, mas no meio agrícola, a chuva é mais benéfica do que maléfica”, diz. O professor sinaliza que podem ocorrer transtornos, como alagamentos momentâneos, incidência de algumas doenças e dificuldade na colheita. No entanto, períodos de seca são muito mais preocupantes para os agricultores.

Leia mais da categoria:

9ª edição Posts
4 min de leitura

Desafios da agricultura: o agricultor que muda o jogo

Como se destacar e conquistar vantagens competitivas em diferentes produções do agro. Cada área tem suas peculiaridades e uma produção que se adapta às oportunidades e demandas do mercado. Entender o negócio local é sempre muito válido, mas observar as […]

Leia na íntegra
Posts
4 min de leitura

Ministro Maggi lança sistema de logística para agricultura

A melhoria da logística é fundamental para aumentar a renda do produtor rural, que está em queda. Foi o que afirmou nesta quarta-feira, 7, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, durante lançamento do Sistema de Inteligência Territorial Estratégica da Macrologística […]

Leia na íntegra
Posts
4 min de leitura

Novas tecnologias são apostas inovadoras para o agro em 2020

Confira quais são as soluções que pretendem seguir na modernização do agronegócio brasileiro este ano De monitoramento de máquinas a imagens de satélite das fazendas, as novas tecnologias no mercado do agronegócio estão ainda mais completas, focando nos desafios encontrados […]

Leia na íntegra