O que saber sobre nutrientes e nutrição de plantas? - Syngenta Digital
O que saber sobre nutrientes e nutrição de plantas? - Syngenta Digital O que saber sobre nutrientes e nutrição de plantas? - Syngenta Digital O que saber sobre nutrientes e nutrição de plantas? - Syngenta Digital O que saber sobre nutrientes e nutrição de plantas? - Syngenta Digital

O que saber sobre nutrientes e nutrição de plantas?

8 min de leitura

Parceria com o Grupo de estudos, Gefert., da Universidade Federal de Viçosa. Autor: Geraldo DelboniScárdua Assim como preparar um berço para um recém-nascido, quando pensamos nas plantas devemos preparar o solo de modo a proporcionar condições adequadas para perpetuação/manutenção da […]

por Ana Carolina Abreu
03 de novembro de 2022
O que saber sobre nutrientes e nutrição de plantas? - Syngenta Digital Voltar
O que saber sobre nutrientes e nutrição de plantas? - Syngenta Digital

Parceria com o Grupo de estudos, Gefert., da Universidade Federal de Viçosa.

Autor: Geraldo DelboniScárdua

Assim como preparar um berço para um recém-nascido, quando pensamos nas plantas devemos preparar o solo de modo a proporcionar condições adequadas para perpetuação/manutenção da vida que virá a partir da semente que será semeada.


Para tanto, dentre muitos fatores, destaca-se o estabelecimento de concentrações adequadas de nutrientes e a disponibilidade dos mesmos, de modo a proporcionar um ambiente propício à expressão do potencial genético da cultura e consequentemente uma diluição dos custos do processo produtivo, os quais encontram-se mais elevados e proporcionando margens cada vez mais estreitas, aumentando os riscos inerentes à atividade.


Mas, afinal, o que devemos saber para realizar uma correta nutrição mineral de plantas?
Afim de lhe auxiliar na melhor compreensão do assunto, preparamos essa publicação para elucidar os conhecimentos a respeito dos nutrientes minerais.

Macro e Micronutrientes

Quando falamos em nutrição de plantas existem 17 nutrientes os quais são elementos químicos essenciais ao desenvolvimento das mesmas, sendo: carbono (C); hidrogênio (H); oxigênio (O); nitrogênio (N); fósforo (P); potássio (K; cálcio (Ca), magnésio (Mg), enxofre (S), boro (B), cloro (Cl), cobre (Cu), ferro (Fe), manganês (Mn), molibdênio (Mo), níquel (Ni) e zinco (Zn). Alguns outros são classificados como benéficos a algumas plantas como o sódio(Na), silício (Si), selênio(Se) e cobalto (Co). Carbono (C), hidrogênio (H) e oxigênio (O) são fornecidos a partir do ar (CO2e O2) e da água (H2O), logo, do ponto de vista da nutrição mineral os mesmos não são fornecidos via adubações às plantas. Além disso, os nutrientes são alocados em grupos de acordo com a sua demanda, sendo classificados em macro nutrientes (primários e secundários ) e micronutrientes, perfazendo:

Macronutrientes primários: N, P, K, Macronutrientes secundários: Ca, Mg e S,demandadosnaordemde g/kgdematériasecada planta;Micronutrientes:B,Cl,Cu,Fe,Mn,Mo, Ni e Zn,absorvidos naordem demg/kgdematériaseca.

Como determinar se elemento específico é essencial?

Para ser considerado essencial o elemento deve atender três critérios de essencialidade, sendo: o vegetal não completa seu ciclo vital na sua ausência, o mesmo não pode ser substituído por outro elemento de propriedades similares e deve participar diretamente no metabolismo da planta. Sendo assim, mesmo que determinado elemento apresente algum benefício à planta, ele não poderá ser considerado nutriente se não atender aos requisitos.

As plantas absorvem íons da solução do solo conforme apresentado na figura a seguir:

O que observar no sistema produtivo?

Afim de atingir produtividades adequadas, dentre outros fatores, faz-se necessário que haja condições adequadas de disponibilidade dos nutrientes. Impedimentos químicos, físicos e biológicos podem causar deficiência, toxidez ou até mesmo a morte das plantas, levando a limitações ao desenvolvimento e crescimento vegetal. Logo deve-se dar atenção para a construção do perfil do solo estabelecendo uma situação adequada ao desenvolvimento da cultura de interesse, atentando-se para, entre outras coisas, o estabelecimento de uma faixa adequada de pH, pois, como mostra o gráfico a seguir, há uma faixa mais adequada (pH 5,5 a 6,5), na qual os nutrientes encontram-se mais disponíveis e ocorre a neutralização do alumínio (a partir do pH 5,7)que é tóxico para as plantas.

Fonte Referência – https://www.researchgate.net/figure/Figura-23-Disponibilidade-de-nutrientes-em-diferentes-valores-de-pH-do-solo_fig3_311788702

Resumindo: Quais seriam as bases para o fornecimento de nutrientes?

Além do estabelecimento de um pH adequado, alguns preceitos são dados como leis da adubação, sendo:

  • Lei da restituição: afim de manter a fertilidade do solo, deve-se restituir os nutrientes absorvidos pelas plantas e exportados com as colheitas mais os perdidos no sistema;
  • Lei do mínimo: a produção limita-se pela disponibilidade do nutriente que estiver em menor concentração no meio;
  • Lei dos incrementos de crescentes: as respostas a adição de nutrientes são de crescentes;
  • Lei da interação/equilíbrio: alguns elementos podem interferir na absorção de outros estabelecendo relações de antagonismo e sinergismo, sendo assim a resposta da cultura é maior quando cada nutriente encontra-se na faixa adequada de disponibilidade;
  • Lei do máximo: o excesso de determinado nutriente pode interferir na eficiência de outro ou até mesmo intoxicar a planta.

A recomendação de corretivos, condicionardores e fertilizantes deve seguir as orientações de um profissional capacitado e habilitado para diminuir riscos e aumentar sua eficiência, para que se alcance produtividades adequadas com a manutenção da sustentabilidade econômica, social e ambiental do sistema produtivo.

Leia mais da categoria:

Manejo
8 min de leitura
Capim-carrapicho

Capim-carrapicho: como controlar o desenvolvimento da daninha

O capim-carrapicho é uma planta daninha que pode provocar diversos problemas agrícolas. Saiba como controlar o seu desenvolvimento

Leia na íntegra
Cultura Manejo
4 min de leitura
cercosporiose café

Cercosporiose do café: conheça uma das principais doenças da cultura

O café é uma cultura que se destaca no cenário do agronegócio nacional, sendo o Brasil o maior produtor e exportador do fruto no mundo. Apesar da sua importância, o cafeeiro sofre inúmeras perdas devido às doenças, pragas e outros […]

Leia na íntegra
Manejo
6 min de leitura
Aplicação de herbicida

Herbicidas: tipos, mecanismos de ação e tudo o que você deve saber

Conheça as diferentes maneiras de ação dos herbicidas e como eles devem ser aplicados nos cultivos, garantindo mais eficiência e menos riscos. Todo plantio principal pode acabar concorrendo por nutrientes com plantas daninhas, isso faz com que os nutrientes da […]

Leia na íntegra