Papo com especialista: o que é sensoriamento remoto? - Syngenta Digital Papo com especialista: o que é sensoriamento remoto? - Syngenta Digital
Papo com especialista: o que é sensoriamento remoto? - Syngenta Digital
Papo com especialista: o que é sensoriamento remoto? - Syngenta Digital Papo com especialista: o que é sensoriamento remoto? - Syngenta Digital Papo com especialista: o que é sensoriamento remoto? - Syngenta Digital Papo com especialista: o que é sensoriamento remoto? - Syngenta Digital

Papo com especialista: o que é sensoriamento remoto?

4 min de leitura

Se o produtor deseja saber como está a saúde do cultivo, o sensoriamento remoto é uma tecnologia essencial na operação da fazenda. No Papo com Especialista, o fundador e CEO da Farmshots, Joshua Miller, explica que a técnica permite acompanhar […]

por Syngenta Digital
Papo com especialista: o que é sensoriamento remoto? - Syngenta Digital Voltar
Papo com especialista: o que é sensoriamento remoto? - Syngenta Digital

Se o produtor deseja saber como está a saúde do cultivo, o sensoriamento remoto é uma tecnologia essencial na operação da fazenda. No Papo com Especialista, o fundador e CEO da Farmshots, Joshua Miller, explica que a técnica permite acompanhar as lavouras por completo. 

Os satélites captam informações de um objeto por meio da luz que ele reflete. O mecanismo é usado por fazendeiros do mundo inteiro para a coleta de dados de uma superfície sem ter que percorrê-la por completo. Assim, é possível avaliar vegetação, irrigação e pragas. Além disso, o material pode ser transformado em mapas e usado como banco de dados para futuras análises. 

Essa tecnologia pode ser aliada a softwares que fazem análises de NDVI, o Índice de Diferença de Vegetação Normalizada, e revelam se há regiões com infestação de pragas, perda de biomassa ou estresse hídrico, por exemplo. 

Por isso, há muitos benefícios em adotar o sensoriamento remoto, como os 4 que listamos abaixo:

1 – Visão completa da lavoura
Os satélites monitoram todos os talhões e coletam dados de problemas que não são visíveis a olho nu. As imagens indicam a saúde da lavoura.

2 – Dados confiáveis 
As informações geradas pelos satélites não estão sujeitas a erros humanos porque são capturadas e processadas de forma autônoma.

3 – Baixo custo
É uma tecnologia com baixo custo de adesão, mas que tem inúmeros benefícios. Também tem um sistema simples que não exige capacitação.

4 –  Sob medida
Não é restrito a nenhum tipo de propriedade agrícola, podendo ser adotado por pequenos, médios e grandes produtores. 


Leia mais da categoria:

Home office no agro com pandemia da COVID-19

Agronegócio e coronavírus: como se reinventar

O texto que fiz mês passado sobre o agronegócio em tempos de coronavírus me rendeu muitos feedbacks. Acho que poucos textos, desde que iniciei a escrever aqui, trouxeram tanta interação com os leitores como esse. Nele, usei a expressão “o […]

Leia na íntegra
Posts
4 min de leitura
qualidade de plantio

Algar Farming ganha precisão na qualidade de plantio com Protector

A chegada do digital na agricultura gerou uma grande mudança na forma como a lavoura é gerenciada. Com o uso de ferramentas como o Cropwise Protector, produtores monitoram seus talhões com mais precisão em todos os momentos da safra.   “Hoje, as informações chegam de […]

Leia na íntegra
Posts
4 min de leitura
Entomologista sugere que produtores de soja façam o seu plantio mais tarde

Pesquisadores sugerem mudança no calendário de plantio da soja em MT

O entomologista e especialista em ferrugem asiática, Wanderlei Dias Guerra, precursor da implantação do vazio sanitário em Mato Grosso, sugere que os produtores que vão cultivar sementes de soja façam o seu plantio mais tarde, por volta de fevereiro, como […]

Leia na íntegra