Adjuvante agrícola e as boas práticas para sua lavoura - Syngenta Digital
Adjuvante agrícola e as boas práticas para sua lavoura - Syngenta Digital Adjuvante agrícola e as boas práticas para sua lavoura - Syngenta Digital Adjuvante agrícola e as boas práticas para sua lavoura - Syngenta Digital Adjuvante agrícola e as boas práticas para sua lavoura - Syngenta Digital

Adjuvante agrícola: o que é preciso saber para uma lavoura com alta produtividade

4 min de leitura

Não importa qual espécie você for cultivar, a preocupação com o manejo fitossanitário é uma realidade, certo? Afinal, são muitas as pragas e doenças que podem comprometer toda a sua safra. Para tanto, boas medidas de controle são necessárias e […]

por Giovanna Vallin
24 de fevereiro de 2022
Adjuvante agrícola e as boas práticas para sua lavoura - Syngenta Digital Voltar
Adjuvante agrícola e as boas práticas para sua lavoura - Syngenta Digital
Adjuvante agrícola

Não importa qual espécie você for cultivar, a preocupação com o manejo fitossanitário é uma realidade, certo? Afinal, são muitas as pragas e doenças que podem comprometer toda a sua safra. Para tanto, boas medidas de controle são necessárias e é nesse ponto que entra o adjuvante agrícola

Você conhece todos os tipos e sabe como usá-los? Isso sem falar na questão de que acabam otimizando, e muito, os efeitos dos defensivos agrícolas. 

Sentiu curiosidade para entender as boas práticas que envolvem adjuvantes agrícolas? Ótimo! É só seguir a leitura que, até o final do texto, você terá todas as dúvidas respondidas e até umas dicas extras. 

O que é adjuvante agrícola?

Adjuvante agrícola é um composto ou substância que aumenta a eficiência do produto a ser aplicado.

A ideia é que eles sejam misturados a defensivos agrícolas ou à calda de defensivos, tornando o manejo da sua lavoura ainda mais seguro no que diz respeito a pragas e doenças. Afinal, os defensivos precisam entrar em contato direto com a planta para agirem conforme o esperado. 

Dessa forma, o objetivo ao utilizar adjuvante agrícola é aumentar a eficácia no combate a daninhas, pragas e doenças. Com seu uso, também fica mais fácil a aplicação dos produtos e reduz consideravelmente os riscos de perdas

A ideia é mais ou menos a seguinte: os agrotóxicos necessitam ser absorvidos para exercerem seus efeitos e protegerem a lavoura. Existem muitas substâncias que podem ser usadas para promover maior cobertura das folhas e para aumentar a absorção dos defensivos.  

Vale lembrar, por exemplo, que a cobertura da folha é essencial para os defensivos com ação localizada, ou seja, que têm baixa translocação, como é o caso de paraquat. Assim, resumindo, para esse herbicida ser eficiente, deve-se fazer uma cobertura uniforme das partes tratadas, o que fica mais simples ao apostar em adjuvante agrícola do tipo espalhante.  

Isso mesmo! São alguns tipos de adjuvantes agrícolas e nós contamos melhor na sequência. 

Quais são os tipos de adjuvantes agrícolas no mercado?

Adjuvante emulsificante
Adjuvante emulsificante.

Os adjuvantes são divididos em dois grupos: aqueles que modificam as propriedades de superfície dos líquidos e os aditivos que afetam a absorção devido à sua ação direta sobre a cutícula das plantas.  

Mas esses dois tipos também se subdividem em diversos outros. Entenda melhor! 

Surfatantes

Entenda que a maioria dos surfatantes conta com características de espalhante, aderente e umectante. A questão é que apenas uma delas é acentuada e determina sua principal ação. 

Espalhante

São substâncias que diminuem a tensão superficial das gotículas, isso reduzindo o ângulo de contato destas com a superfície da folha. Estes produtos proporcionam o espalhamento completo da gota sobre a superfície tratada. 

Molhante ou umectante  

Esse tipo de adjuvante agrícola retarda a evaporação da água, assim, a gota fica mais tempo na superfície tratada, aumentando a absorção do produto aplicado. É bastante indicado para ser usado quando há baixa umidade relativa do ar e elevada temperatura. 

Aderente

Já este adjuvante agrícola aumenta a aderência dos líquidos ou sólidos à superfície da planta. Estes apresentam afinidade com a água e forte adesão à superfície dos órgãos da planta, o que diminui o escorrimento e faz com que as gotas permaneçam na superfície das folhas. 

Emulsificante

Promovem a suspensão de um líquido em outro, ou seja, ele reduz a tensão interfacial entre dois líquidos que não se misturam, proporcionando a formação de uma emulsão de um líquido em outro. 

Dispersante

É um adjuvante agrícola que evitam a aglomeração das partículas a partir da redução das forças de coesão entre as mesmas, fazendo com que as suspensões fiquem estáveis por um certo tempo.  

Detergente

Conta com a capacidade de remover a sujeira, como a poeira — comum no tempo mais seco, da superfície da folha, aumentando o contato da gota com a parte alvo da planta.  

Aditivos

Este é o segundo grande grupo de adjuvantes agrícolas, conhecidos por melhorar a absorção dos herbicidas uma vez que agem de forma direta na cutícula das plantas. Eles também têm uma subdivisão. Conheça! 

Uréia

Este um composto nitrogenado age sobre a cutícula, rompendo ligações e permitindo que a absorção do defensivo seja mais eficiente. 

Óleos

Podem ser minerais ou vegetais, eles agem dissolvendo as gorduras componentes da cutícula e membranas celulares, eliminando as barreiras que diminuem a absorção dos agroquímicos e provocam o extravasamento do conteúdo da célula.  

É dessa forma que os óleos podem aumentar a absorção dos herbicidas e atuarem como herbicidas de contato, dependendo da dose empregada.  

Sulfato de amônio

Este adjuvante agrícola nada mais é que um composto nitrogenado que, quando dissociado, forma íons de sulfato e amônio. As ações são complementares, pois o íon sulfato reage com íons presentes na água e os imobiliza, impedindo que reajam com a molécula do defensivo . Já o íon amônio tem ação sobre a cutícula, rompendo ligações e permitindo a absorção do produto.  

Como você pode acertar na escolha do melhor adjuvante agrícola?

Adjuvante umectante
Adjuvante umectante

O adjuvante agrícola depende do tipo de defensivo utilizado — até porque, alguns defensivos já contam com a substância ou composto em sua formulação. Por isso, a dica é ler o rótulo muito bem. 

Além disso, antes de comprar o adjuvante, vale a pena entender as características da sua lavoura e condições climáticas, ok? Em épocas de seca, como você viu, existem tipos mais efetivos de adjuvante. 

O uso de adjuvante agrícola é fundamental para um melhor controle fitossanitário, mas você também deve fazer um controle de gastos com o produto e sua aplicação para saber precificar o seu produto da melhor forma. Nesse ponto, ter planilhas organizadas ou apostar em um software de controle agrícola traz muito mais eficiência ao dia a dia de plantio. 

Agora que você sabe mais sobre adjuvantes, continue a leitura para ter mais conhecimento sobre a influência do digital no uso de defensivos! 

Leia mais da categoria:

Manejo
4 min de leitura
Métodos de irrigação

Métodos de irrigação: quais são os mais indicados para sua lavoura

Conheça os principais métodos de irrigação e entenda qual faz mais sentido à sua produção. Sem água e adubação, não existem bons cultivos, isso é algo que todo produtor sabe bem. Mas em toda extensão do Brasil, há regiões que sofrem com escassez de chuva, enfrentando períodos de estiagem prolongados, que até obriga agricultores […]

Leia na íntegra
Manejo
4 min de leitura
Dessecação pré-plantio

Características, cuidados e guia para a dessecação pré-plantio

Garantir uma safra produtiva, com boa qualidade e poucas pragas, envolve alguns cuidados prévios com o solo. A calagem e a adubação são dois deles, mas é preciso garantir que não vai haver outras plantas concorrendo com o cultivo principal […]

Leia na íntegra
Manejo
8 min de leitura
Terraceamento

Terraceamento: como fazer e por que ele evita a erosão dos terrenos 

A prevenção à erosão é uma das vantagens quando se pratica o terraceamento agrícola. Veja em detalhes  É comum que, com o passar do tempo e os diversos cultivos, as áreas de plantação vão apresentando pontos de erosão. Para fazer […]

Leia na íntegra