Cana-de-açúcar. Saiba tudo sobre essa planta. Syngenta Digital.
Cana-de-açúcar. Saiba tudo sobre essa planta. Syngenta Digital. Cana-de-açúcar. Saiba tudo sobre essa planta. Syngenta Digital. Cana-de-açúcar. Saiba tudo sobre essa planta. Syngenta Digital. Cana-de-açúcar. Saiba tudo sobre essa planta. Syngenta Digital.

Panorama completo da Cana-de-açúcar

4 min de leitura

Pense no açúcar que é um elemento presente na mesa das pessoas de todo o mundo ou no etanol que é usado como combustível de veículos. Ambos têm em comum a mesma planta: a cana-de-açúcar. Conheça neste artigo um panorama completo […]

por Luisa Torres
25 de julho de 2021
Cana-de-açúcar. Saiba tudo sobre essa planta. Syngenta Digital. Voltar
Cana-de-açúcar. Saiba tudo sobre essa planta. Syngenta Digital.
canavial cima

Pense no açúcar que é um elemento presente na mesa das pessoas de todo o mundo ou no etanol que é usado como combustível de veículos. Ambos têm em comum a mesma planta: a cana-de-açúcar.

Conheça neste artigo um panorama completo sobre essa cultura, sua usabilidade, mercado e também as principais pragas.  

Índice

O que é cana-de-açúcar?  

cana-de-açúcar é uma planta pertencente ao grupo de gramíneas perenes altas. Ela é nativa da região tropical da Ásia e Malásia e serve principalmente para a produção de açúcar, álcool, que está presente a bebidas como a cachaça, e etanol, que é usado como combustível.  

Mas não é só essa função que a cana tem. Ela também é usada em seu estado natural para alimentar o gado e como ingrediente de alimentos, como a rapadura. Além disso, quase todos os resíduos da agroindústria canavieira também são reaproveitados que se transformam em adubo, fertilizantes para o campo e até em biomassa, na produção de biogás.  

Entre as suas principais características, ela apresenta um caule delgado que é coberto por folhas compridas e verdes. Inclusive, é nesse caule, robusto, que se concentra o maior teor de açúcar da planta.  

A planta da cana tem entre dois e seis metros de altura. O tamanho vai variar de acordo com a quantidade de sol que ela recebe diariamente. 

Sobre a sua adaptação, a cana costuma ter um melhor desenvolvimento em climas que apresentam estações bem distintas, ou seja, uma com temperaturas mais altas enquanto a outra úmida, para que a germinação aconteça. No caso da estação mais fria e seca, ela é essencial para o amadurecimento da planta, o que resulta na concentração da sacarose nos caules. Por essa razão, os climas tropicais são os mais favoráveis a esse tipo de plantio. 

Plantação de cana de açúcar
Os climas tropicais são mais favoráveis ao plantio da cana-de-açúcar

História da cana-de-açúcar 

Mas, afinal, qual a história dessa planta que hoje representa uma boa fatia do mercado agropecuário brasileiro? Bem, como foi explicado a cana-de-açúcar é originária do continente asiático.  

O primeiro contato do homem com ela foi na Nova Guiné. No Ocidente, ela passou a ser conhecida a a partir 327 A.C. e mais tarde no século XI durante o período conhecido como cruzadas. Mas foram os egípcios, no século X, que desenvolveram o processo que clarifica o caldo de cana e produziu um açúcar de qualidade.   

Cana-de-Açúcar no Brasil

Atualmente, os maiores canaviais do país se concentram na região Sudeste. O estado de São Paulo, a zona da mata mineira e o norte fluminenses são responsáveis pela maior parte da produção de cana-de-açúcar do país.  

Como é o mercado da cana-de- açúcar? 

Lista escrita de curiosidades da cana de açúcar
Curiosidades sobre a cana-de-açúcar

O coronavírus mudou várias práticas de produção da cana-de-açúcar, mesmo com a redução da área que foi plantada e da seca enfrentada pelas safras entre abril e outubro, o resultado surpreendeu em 2020. 

Segundo informações do USDA (2020), a produção mundial de açúcar na safra 2019/20 foi de 166,2 milhões de toneladas. Na safra 2020/21 é esperado um crescimento de 13,2% devido à boa performance, especialmente na Tailândia, Índia e Brasil.  

O aumento no preço dos combustíveis no mundo como um todo tem forçado o mercado a produzir mais etanol. O governo indiano, por exemplo, pretende atingir a marca anual de 2,44 bilhões de litros de etanol por meio cana-de-açúcar até 2025, isso significaria 4,1 milhões de toneladas de açúcar a menos no mercado, o que pode elevar o preço deste último insumo. 

Importância da Cana-de-açúcar para o meio ambiente 

Fonte de energia importante, a cana é indispensável quando se fala em um desenvolvimento mais sustentável. Ela vem como uma alternativa de combustível renovável, capaz de substituir o petróleo sem causar danos ambientais mais agressivos ao mundo.  

Para se ter uma ideia, o etanol extraído da cana-de-açúcar é capaz de reduzir em até 73% as emissões de gás carbônico para a atmosfera em substituição à gasolina. Uma cidade como São Paulo, por exemplo, tem condições de poluir muito menos do que outras cidades do mundo por causa do etanol. Sem contar que essa troca está diretamente ligada a saúde pública já que pode reduzir doenças pulmonares.  

Ciclo da cana-de-açúcar 

A cana –de-açúcar apresenta quatro fases de desenvolvimento: 

  • brotação e emergência; 
  • perfilhamento; 
  • crescimento dos colmos; 
  • maturação dos colmos
fases de crescimento da cana de açúcar
Ciclo de desenvolvimento da cana-de-açúcar

Brotação e Emergência 

O broto rompe as folhas da gema e se desenvolve em direção à superfície do solo. As raízes do tolete surgem. A emergência do broto ocorre de 20 a 30 dias após o plantio. Esta fase é uma fase considerada muito importante e depende da qualidade da muda, ambiente, época e manejo do plantio. Neste estágio ocorre, ainda, o enraizamento inicial (duas a três semanas após a emergência) e o aparecimento das primeiras folhas. 

Perfilhamento 

Perfilhamento é o processo de emissão de colmos por uma mesma planta. Esse processo resulta no crescimento de brotos que vão em direção à superfície do solo. É através dele também que ocorre a formação da touceira da cana-de-açúcar e a população de colmos que será colhida.  

Crescimento dos colmos 

A partir do auge do perfilhamento, os colmos crescem e se desenvolvem, ganhando altura e acumulando açúcar em sua base. É uma fase em que as folhas mais velhas começar a amarelar e secar. O canavial pode atingir altura acima de três metros, com a população final de colmos, variando em função das condições de clima e solo. 

Maturação dos colmos 

Quando as touceiras atingem altura igual ou superior a dois metros, as folhas que se encontram na altura mediana da planta começam a ganhar um tom amarelado e a secar. Esse fenômeno indica que já está sendo depositado açúcar nessa região.  

Entre o outono e o inverno, com a presença de chuvas e temperaturas mais baixas, o crescimento diminuiu e a maturação aumenta. O momento da colheita é definido, entre outras condições, a partir da variedade, da época do plantio e a duração do ciclo. Seu ciclo é em média de seis anos com cinco cortes.  

Canavial e horizonte
Nos últimos anos, produtores têm enfrentado o avanço das pragas nos canaviais.

Quais são as principais pragas dos canaviais? 

Nos últimos anos, os produtores têm enfrentado o avanço das pragas, o que prejudica a produtividade da lavoura. Apesar dos altos números da colheita apresentados no último tópico, eles poderiam ser ainda maiores se não fosse esse problema. Confira a seguir algumas das principais pragas que afetam a cana!  

Homem do campo identifica praga na cana de açúcar via smartphone
Soluções digitais como o Protector ajudam no monitoramento das pragas de cana

Broca da cana-de-açúcar 

broca da cana-de-açúcar(Diatraea saccharalis) é uma das principais pragas dessa cultura. Ela é uma larva de mariposa que pode atacar em qualquer parte do desenvolvimento da cana, causando prejuízos à sua produtividade.  

 
Caso ela aconteça nas fases iniciais pode ocasionar a morte da planta. Já na fase adulta ela faz com que haja uma abertura nos colmos, reduzindo o seu peso. Se a larva percorrer um caminho que leve à criação de uma galeria transversal, a cana estará mais suscetível à quebra por meio da ação dos ventos. Outros problemas causados por essa praga é o enraizamento aéreo e também as brotações laterais. 

 
Indiretamente, ela induz o surgimento de fungos, que reduz a pureza do caldo e atrapalha o rendimento da produção tanto do açúcar quanto do álcool.  

Essa praga pode ter maior incidência na lavoura com o aumento das chuvas e da temperatura. Além disso, os furos realizados pela broca abrem espaço para o ataque de fundos e outras pragas secundárias.  

Cupim da cana-de-açúcar 

Os cupins são conhecidos como insetos sociais e têm hábitos subterrâneos. Eles têm um amplo espectro de espécies, tendo como principal tipo de alimento a matéria orgânica morta ou mesmo em decomposição. No entanto, eles também se alimentam de vegetais vivos, como é o caso da cana.  

Basicamente, eles atacam a planta por meio de suas extremidades na sua fase inicial. Os toletes recém-cultivados têm suas gemas danificadas, fazendo assim com que haja falhas no processo de germinação. As plantas adultas não estão a salvo sendo também atacadas, atingindo os primeiros internódios, o que interfere na produtividade da planta. 

Besouro Migdolus fryanus 

besouro Migdolus fryanus é outra espécie de praga que ataca a cana. Em sua fase como larva, ele atinge o sistema radicular da planta, levando a falhas na brotação das soqueiras, o que induz a necessidade de uma reforma precoce do canavial.  

É importante destacar que essa fase dura cerca de dois anos, claro, podendo se estender. O mais impressionante é que as larvas podem ser encontradas até cinco metros de profundidade do solo. Quando adultos, os besouros atacam as plantas em suas revoadas. 

Existem outros exemplares de pragas que atacam a cana como o bicudo, formiga saúva, cigarrinha-das-raízes, broca gigante, entre outros. As melhores práticas incluem manejo integrado de pragas, aplicação de defensivos bem como a remoção de ninhos onde alguns desses insetos se encontram. 

A cana-de-açúcar é uma cultura de suma importância para economia mundial. Ela não só serve para produzir o açúcar, como também combustível, que é considerado uma fonte limpa quando comparado à gasolina.  

Leia mais da categoria:

Cultura
5 min de leitura
Laranja pera no pomar

Laranja-pera: detalhes sobre cultivo de uma das frutas mais populares do Brasil 

Sabia que a laranja-pera é um dos cítricos favoritos do brasileiro? A seguir, você conhece as boas práticas da produção  Quando se pensa em citricultura e na produção de laranja, logo o Brasil vem à nossa mente, afinal, trata-se do […]

Leia na íntegra
Cultura
4 min de leitura
Fruto de macaúba

Macaúba: o que é e para que serve?

Texto escrito em parceria entre Maria Antonia Machado Barbosa, Engenheira Agrônoma, Doutoranda em Fitotecnia pela UFV e mestre em Fisiologia Vegetal pela mesma Universidade. Atualmente conduz pesquisas sobre a fisiologia e o manejo cultural da macaúba. E também por Leonardo […]

Leia na íntegra
Cultura
4 min de leitura
Muda pré-brotada de cana-de-açúcar

Muda Pré-Brotada:o oceano azul da cana-de-açúcar

por José Antonio Rossato Jr. Qual o impacto de uma inovação na agricultura? Toda nova técnica a ser implementada traz consigo a oportunidade de produzir mais com menos, e desta forma, produzir alimentos, fibra e energia com sustentabilidade. Em alguns […]

Leia na íntegra