Imagery ganha projeto piloto com imagens de alta resolução - Syngenta Digital Imagery ganha projeto piloto com imagens de alta resolução - Syngenta Digital
Imagery ganha projeto piloto com imagens de alta resolução - Syngenta Digital
Imagery ganha projeto piloto com imagens de alta resolução - Syngenta Digital Imagery ganha projeto piloto com imagens de alta resolução - Syngenta Digital Imagery ganha projeto piloto com imagens de alta resolução - Syngenta Digital Imagery ganha projeto piloto com imagens de alta resolução - Syngenta Digital

Imagery ganha projeto piloto com imagens de alta resolução

4 min de leitura

O ano de 2020 está chegando ao fim, mas a Syngenta Digital segue, a todo vapor, buscando mais formas de levar eficiência ao campo. No último mês, uma grande companhia agrícola foi palco de um projeto com imagens de alta resolução de satélite, que permitem uma avaliação ainda mais minuciosa do talhão. A ação gerou insights valiosos e […]

por Syngenta Digital
Imagery ganha projeto piloto com imagens de alta resolução - Syngenta Digital Voltar
Imagery ganha projeto piloto com imagens de alta resolução - Syngenta Digital
Cropwise Imagery

Mudas de soja no campo

O ano de 2020 está chegando ao fim, mas a Syngenta Digital segue, a todo vapor, buscando mais formas de levar eficiência ao campo. No último mês, uma grande companhia agrícola foi palco de um projeto com imagens de alta resolução de satélite, que permitem uma avaliação ainda mais minuciosa do talhão. A ação gerou insights valiosos e mostrou que o Cropwise Imagery pode ser usado para reduzir gastos desnecessários e avaliar o sucesso do manejo ao longo da safra.  

Para o projeto, foi selecionado um pivô estratégico que apresentava problemas envolvendo plantas daninhas. Murilo Pasquini, engenheiro agrônomo e Especialista em Transformação Digital da Syngenta Digital, trouxe as análises de NDVI como possibilidade para o manejo das invasoras, recebendo o apoio da equipe de tecnologia da companhia. O Índice de Diferença de Vegetação Normalizada (NDVI) afere a quantidade de biomassa em uma área através de imagens de satélite, de forma que regiões com um índice elevado no período de pré-emergência da soja indicam a proliferação das daninhas.  

Analista de Desenvolvimento de Negócios da empresa e especialista na ferramenta, Leonardo Teixeira foi o responsável pela seleção das imagens para análise a partir de um satélite que oferece uma definição mais alta. “Ele queria combater as daninhas antes que a soja crescesse, limpar o talhão. Pra isso, ele precisava de uma resolução maior”, explica. Depois de uma análise criteriosa e diária do material, o analista pôde criar um mapa de aplicação em taxa variável baseado no índice que trouxe um aprendizado importante para o produtor: é possível reduzir o desperdício de insumos na lavoura por meio do NDVI. “A gente fez os cálculos e percebeu que esse tipo de mapa, se aplicado, pode gerar até 60% de redução de gastos com os insumos”, afirma Leonardo Teixeira. 

Avaliação de resultados

Com a lavoura instalada naquele mesmo pivô, as imagens de alta resolução têm permitido um acompanhamento mais próximo do desenvolvimento das plantas. Uma mancha vermelha, indicando baixa biomassa, chamou a atenção de Pasquini, que investigou e diagnosticou o problema: “foi comprovado que tiveram problemas com fitotoxicidade na cultura da soja, atrasando e afetando o desenvolvimento da cultura”, conta. Fruto de análises criteriosas, esses dados podem ainda ajudar o agricultor a antever uma baixa na produtividade da área com precisão ou mesmo colocar um plano de ação em prática para corrigir o problema.  

Por último, a ferramenta foi utilizada para aferir a eficácia dos insumos utilizados. Em um trabalho conjunto, Leonardo Teixeira e Murilo Pasquini puderam buscar por imagens que demonstrassem a eficácia do herbicida aplicado para controle de milho remanescente na soja.  

Todas essas informações foram resultado de um acompanhamento próximo das imagens de satélite referente à área, geradas diariamente pelo sistema. A quantidade de material de alta resolução permitiu que fossem feitas comparações do pivô ao longo dos primeiros meses da safra, contribuindo para um processo de decisão ainda mais assertivo no restante das etapas produtivas.

Leia mais da categoria:

Posts
4 min de leitura

Strider Day 2019: tecnologia, parcerias e lançamentos marcaram o evento

O Strider* Day é um evento que revoluciona o calendário do agro quando o assunto é tecnologia. Esse ano, em uma edição ainda maior que a anterior, o evento conectou em um único lugar dois temas muito importantes para o […]

Leia na íntegra
Posts
4 min de leitura
Acessa Agro

Tecnologia chega ao campo por meio de plataforma online de benefícios

Quem participa da cadeia produtiva agrícola não hesita em prever um futuro mais tecnológico para o setor. A chegada da conectividade no campo e de mecanismos de coleta de dados deve levar os produtores a um patamar de tomada de […]

Leia na íntegra
Posts
4 min de leitura
Smartphone mostrando o estádio fenológico da fazenda

O monitoramento do estádio fenológico com o digital

Depois que a lavoura está instalada, as tomadas de decisão viram parte do cotidiano do produtor. Ferramentas digitais, como o Cropwise Protector, dão suporte no acompanhamento do estádio fenológico, o que é primordial para manter os fungicidas em dia, fazer um manejo mais consciente de pragas e doenças, além de […]

Leia na íntegra