Especialista Convidado: Para Reduzir é Necessário Investir
Especialista Convidado: Para Reduzir é Necessário Investir Especialista Convidado: Para Reduzir é Necessário Investir Especialista Convidado: Para Reduzir é Necessário Investir Especialista Convidado: Para Reduzir é Necessário Investir

Inovações Tecnológicas: Para Reduzir é Necessário Investir

4 min de leitura

Por Marco Lorenzzo Cunali Ripoli A FAO (Food & Agriculture Organization) afirma que mais de um bilhão de toneladas de alimentos são desperdiçados por ano em todo o mundo, o equivalente a aproximadamente 25% de tudo o que é produzido para […]

por Syngenta Digital
Especialista Convidado: Para Reduzir é Necessário Investir Voltar
Especialista Convidado: Para Reduzir é Necessário Investir

Por Marco Lorenzzo Cunali Ripoli

A FAO (Food & Agriculture Organization) afirma que mais de um bilhão de toneladas de alimentos são desperdiçados por ano em todo o mundo, o equivalente a aproximadamente 25% de tudo o que é produzido para o consumo humano. Grande parte deste desperdício ocorre dentro da própria cadeia produtiva (do plantio ao armazenamento e manipulação). Aquilo que não é comercializado acaba refletindo em aumento do custo de produção.

Olhando os últimos 10 anos, a evolução tecnológica em todos os setores no mundo foi impressionante. Na agricultura e na pecuária não foi diferente, já que permitiu grandes mudanças na forma de como o homem do campo e as empresas trabalham. Hoje, máquinas, equipamentos e ferramentas estão disponíveis no mercado proporcionando praticidade e melhorias no processo produtivo. Muita coisa já existe lá fora e ainda não chegou aqui. Ao meu ver, o próximo passo é investir mais em parcerias entre produtores rurais e a indústria, para desenvolvimento mútuo de soluções.

Leia também: ¡Hola México!

A redução de custos não está somente nas mãos dos produtores rurais! As taxas de câmbio e juros, os valores das commodities, os preços dos combustíveis, fertilizantes, herbicidas e as políticas de incentivo à produção agropecuária dependem de agentes do governo e de mercados mundiais. Sendo assim, onde é possível influenciar? Na forma correta de operar as diversas máquinas, equipamentos e ferramentas. No momento de negociar a safra e na aquisição de novas tecnologias.

A tecnologia e os investimentos que estão acontecendo no país buscam auxiliar cada vez mais o homem do campo a melhorar sua tomada de decisão, sejam elas de caráter estratégico ou operacional. Com isso, entre outras coisas, reduzimos tempo nas atividades e, de maneira otimizada ao longo da cadeia, conseguimos oportunidades de redução de custos.

Investir em inovação proporciona ao produtor uma redução total de custos, uma vez que que gera a melhor coordenação de todo o processo produtivo, desde o planejamento inicial das atividades, até a sua execução. Invista na redução!

Leia mais notícias e novidades no Blog.

Marco Lorenzzo Cunali Ripoli é engenheiro agrônomo, mestre em máquinas agrícolas pela ESALQ-USP e doutor em energia na agricultura pela UNESP. Atuou também nas empresas John Deere e CNH industrial.

Leia mais da categoria:

Mercado e tendências
4 min de leitura

Modelos preditivos: O futuro nunca esteve tão próximo

Com a evolução do mercado agrícola, muitos produtores buscam otimizar a produção por meio da tecnologia. Atualmente, é possível antecipar padrões, prever o que pode dar errado no fim da safra e, a partir da análise de dados, tomar decisões […]

Leia na íntegra
Fazendas digitais custam menos e valem mais

AgTech quebra a barreira de adoção no Brasil

Por Luiz Tângari Tecnologia de informação no agronegócio deixou de ser um modismo (uma ideia) e já se tornou parte da realidade diária dos produtores em todo o Brasil. A tendência de empresas trazerem ferramentas de inovação digital para a agricultura […]

Leia na íntegra