Produtor de soja deve estar atento ao teor de proteína do grão
Produtor de soja deve estar atento ao teor de proteína do grão Produtor de soja deve estar atento ao teor de proteína do grão Produtor de soja deve estar atento ao teor de proteína do grão Produtor de soja deve estar atento ao teor de proteína do grão

Produtor de soja deve estar atento ao teor de proteína do grão

4 min de leitura

Por Camila Castro  A soja é a principal commoditie agrícola do país e o seu critério de comercialização mais importante é a produtividade. A valorização dos parâmetros quantitativos, entretanto, tem colocado alguns fatores qualitativos em segundo plano como o teor […]

por Syngenta Digital
Produtor de soja deve estar atento ao teor de proteína do grão Voltar
Produtor de soja deve estar atento ao teor de proteína do grão

Por Camila Castro 

A soja é a principal commoditie agrícola do país e o seu critério de comercialização mais importante é a produtividade. A valorização dos parâmetros quantitativos, entretanto, tem colocado alguns fatores qualitativos em segundo plano como o teor de proteína do grão, que apresentou queda em todo o Brasil. Segundo estudos da Embrapa Soja, a concentração proteica nos grãos tem variado de 35% a 37% aproximadamente, sendo o com 46% considerado padrão.

O reflexo desta redução tem impactado direto na indústria de ração animal, que tem a soja como base do farelo produzido. Além disso, o processo de engorda dos animais pode ser prejudicado pelo menor teor proteico na nutrição. Por isso é importante que o produtor esteja atento a este parâmetro também. “O mercado já está visando encontrar esse equilíbrio: aumentar a produtividade mantendo ou elevando o teor de proteína”, explica o engenheiro agrônomo Fransérgio Batista, gerente técnico especializado em grãos da Alltech Crop Science.

Para isso, alguns cuidados durante o manejo são essenciais, como o fornecimento de nitrogênio à planta, conforme a necessidade ao longo do ciclo produtivo. “Além do uso de inoculante, para melhorar a fixação do nitrogênio através das raízes, é relevante a realização de uma adubação nitrogenada e, em algumas circunstâncias, caso haja sintomas de deficiência de nitrogênio, até uma complementação via foliar do elemento”, afirma o agrônomo.

Outro ponto destacado por Batista é a presença do micronutriente molibdênio no vegetal, responsável pela formação de duas enzimas extremamente importantes para a cultura da soja. “A primeira é chamada nitrogenase e a segunda nitrato redutase, elas vão se encarregar de converter o nitrogênio absorvido em uma forma que a planta consiga assimilar”, esclarece.

A atenção a esses elementos somada a utilização de soluções naturais complexadas com aminoácidos auxiliam o produtor a alcançar resultados positivos no equilíbrio entre produtividade e teor proteico do grão. Segundo estudos da Alltech Crop Science, o manejo pode contribuir para um aumento de até 5% no teor de proteína e crescimento na colheita de cerca de 9 sacos por hectare.

Fonte: Grupo Cultivar

Leia também: Abertas As Inscrições Para O Desafio Da Máxima Produtividade Da Soja. Acompanhe nossas redes sociais em FacebookInstagramLinkedIn e Youtube.

Leia mais da categoria:

Posts
4 min de leitura

#WeConnectAg: Um futuro de precisão no controle de pragas

Para quem viveu o campo da década de 1960, o futuro já chegou. O Brasil deixou de ser importador de alimentos para se tornar um dos seis países do mundo a ter uma agricultura sem subsídio. Hoje, nosso agronegócio produz […]

Leia na íntegra
Posts
4 min de leitura
calagem

Calcário no solo: um panorama para melhorar a produtividade da sua lavoura

 Melhorar a qualidade de sua safra depende do calcário no solo. A seguir, você entende mais sobre o tema!  Antes do plantio em si, é fundamental preparar o solo, garantindo nutrientes que farão a diferença para uma boa safra. Entre esses cuidados […]

Leia na íntegra
Posts
4 min de leitura

4 dicas para fazer a produção de soja render com a atual seca

A forte seca que vem acometendo vários estados brasileiros preocupa os produtores de soja, já que a leguminosa é uma das que mais sofrem com a estiagem, pois cerca de 90% do seu peso é constituído pela água. As pancadas […]

Leia na íntegra