Gestão e performance para sucesso do agronegócio - Syngenta Digital
Gestão e performance para sucesso do agronegócio - Syngenta Digital Gestão e performance para sucesso do agronegócio - Syngenta Digital Gestão e performance para sucesso do agronegócio - Syngenta Digital Gestão e performance para sucesso do agronegócio - Syngenta Digital

Gestão e performance para sucesso do agronegócio

4 min de leitura

Muito tem-se falado sobre resultados exponenciais, startups unicórnios, inteligência artificial, big data, algoritmos e estatísticas para medir tudo, modelos preditivos e futurísticos etc. É tanta coisa que até assusta! São temas importantes, sem dúvida, mas a base para implementar essas […]

por Syngenta Digital
Gestão e performance para sucesso do agronegócio - Syngenta Digital Voltar
Gestão e performance para sucesso do agronegócio - Syngenta Digital

Muito tem-se falado sobre resultados exponenciais, startups unicórnios, inteligência artificial, big data, algoritmos e estatísticas para medir tudo, modelos preditivos e futurísticos etc. É tanta coisa que até assusta! São temas importantes, sem dúvida, mas a base para implementar essas evoluções continua sendo a boa gestão e desempenho — receita para o sucesso no agronegócio e em qualquer setor –, pois sem isso não há formação da cultura empresarial para resultados, fica prejudicada a sinergia entre as equipes e lideranças, a visão de futuro dispersa-se em “achismos” e “ajustes de emergência”, o próprio sentido e diferenciais do negócio perdem-se em discussões amadoras e estéreis.

Em especial para o agronegócio, setor dinâmico e orgulho da economia brasileira, as recomendações para a boa gestão e performance são aplicáveis também a empresas menores e com gestão familiar, capazes de provocar bons resultados tanto em momentos de bonança quanto nos momentos de crise.

A combinação de sucesso

Trata-se da combinação de práticas e princípios que funcionam em empresas do próprio agro (ADM do Brasil, Amaggi, BASF, Cenibra, BUNGE, Aurora e outras) e dos setores de serviços e indústrias como AB InBev, Coca-Cola, Walmart, GE, Google, Apple, Natura, Facebook, Microsoft, Netflix, Tesla, grandes bancos e startups unicórnios. Seguem os pilares recomendados da boa gestão:

  • O sucesso vem da humildade, inteligência analítica, definição explícita dos resultados buscados e disciplina na execução.
  • O líder lidera pelo exemplo, vai na frente, cria o senso de urgência, sabe elogiar e repreender, é o guardião da estratégia e da mensagem. Cuida do curto e do longo prazo.
  • Fundamental ter clareza e alinhamento para a Visão (para onde vai, qual é o “sonho grande”), Missão (como ser hoje um sucesso no negócio), Valores (norteadores das condutas e decisões) e Negócio (benefícios e valores entregues aos clientes).
  • Fazer reunião semanal com os gerentes, para apoio individual e sinergia da equipe: padronizar o que deu certo e atuar nas causas do que deu errado, corrigindo e aprimorando – formar as equipes para a cultura da entrega de resultados.
  • Definir e acompanhar sistematicamente os indicadores e metas, para atingir os objetivos: foco no resultado, na entrega pactuada.
  • Reforçar a pressão comercial e o relacionamento com os clientes: receita crescente e fidelizada ao longo do tempo.
  • Orçamento para ter os melhores colaboradores e fazer treinamentos constantes: “primeiro quem, depois o restante…” Colocar as pessoas certas nos lugares-chave da organização.
  • Fazer disciplinadamente uma reunião mensal de desempenho: priorizar a Demonstração dos Resultados com abordagem analítica detalhada feita pelos responsáveis, para entendimento da performance e ações corretivas necessárias.
  • Manter clareza na atuação específica – plano de ação para detalhar a execução (o que fazer, como fazer, por que fazer, onde fazer, responsável pela entrega, prazo da execução, como medir o desempenho e quanto investir). Executar com disciplina!
  • Cuidado obsessivo com a marca, clientes e mercados – sucesso e longevidade da organização e reputação.
  • Abominar o desperdício e buscar obsessivamente a eficiência operacional: fazer mais e melhor, com os mesmos ou menos recursos.
  • Definir Procedimentos Operacionais Padrões (POPs) para todas as atividades rotineiras e repetitivas, para aumentar a eficácia e eficiência por meio de manuais que orientem sobre o passo-a-passo de cada atividade. Maiores e melhores resultados com a quantidade adequada de recursos: tempo, gente, máquinas, tecnologias, dinheiro, infraestruturas, insumos e outros.
  • Sempre planejar, executar, checar os resultados periodicamente e agir para padronizar as práticas que funcionaram e corrigir as que não funcionaram, ou funcionaram aquém do desejado.

Figura 1: base da boa gestão.

Case de sucesso envolvendo gestão e performance

 Para comprovar a eficácia de um de seus produtos, o novo inseticida indicado para o controle do bicho mineiro, uma multinacional desenvolveu um projeto utilizando soluções da Strider* para aumentar também sua performance nos negócios. Os maiores produtores das regiões com alta pressão de pragas cederam 10 ha da fazenda para a realização do campo demonstrativo. Em metade dessa área, o controle de bicho mineiro foi feito seguindo o manejo padrão do produtor e, na outra metade, a multinacional subsidiou as aplicações do cliente.

Nesse projeto piloto, as equipes monitoraram os campos demonstrativos dos seus 5 maiores clientes para acompanhar a infestação do bicho mineiro e avaliar a eficácia das suas aplicações. A utilização da solução Strider permitiu um acompanhamento de 48 fazendas em uma única sala de controle, aumentando a boa gestão e tomada de decisão em tempo real para cada uma delas. Além disso, a verificação da eficácia do produto se dá de forma simples, a partir da comparação entre os monitoramentos anteriores e posteriores à solução implementada.

Igualmente buscando a boa gestão a alta performance, uma empresa produtora de café e cereais decidiu ter 100% da sua área monitorada com soluções da Strider. Anteriormente, o monitoramento era feito de forma desorganizada, sem método claro e “tudo no papel”. Conscientes de que a adoção de tecnologia é um processo importante, foram planejadas entregas gradativas, respeitando a curva de aprendizado da empresa. Hoje, a tomada de decisão é feita de forma profissional e totalmente baseada nos monitoramentos feitos pelas soluções implementadas, não sendo necessário voltar na área. Além disso, as atividades são previamente planejadas escolhendo-se os pontos de coleta e comparando a produtividade de cada área com o que foi aplicado.

Os dois principais decisores dessa empresa moram em São Paulo, mas a fazenda se localiza em Minas Gerais. Com a solução Strider, eles acompanham remotamente os indicadores de performance da fazenda, realizam reuniões semanais por Skype para verificar os resultados e decidem de forma ágil, buscando a lucratividade presente e futura do negócio.

Se você igualmente se comprometer e implementar essas melhores práticas para desenvolver a sua empresa do agro, aplicando-as com disciplina em tempos bons e ruins, estáveis e instáveis, será capaz de prosperar e arrancar na frente dos concorrentes assim que a turbulência começar. Quando uma calamidade atinge violentamente um setor ou toda a economia, as organizações se posicionam em uma dessas três categorias: as que arrancam na frente, as que ficam para trás e as que morrem. A tragédia, por si só, não determina em qual categoria você se enquadra, só quem pode determinar isso é você mesmo!

*Carlos Caixeta é consultor, professor, escritor, palestrante e autor.

*A Strider agora é Syngenta Digital. A agtech mineira foi adquirida pela Syngenta em 2018, e a fusão foi concluída dois anos depois. A Syngenta Digital é parceira de milhares de produtores agrícolas pelo mundo por meio de tecnologias de gestão e tomada de decisão.

Leia mais da categoria:

Posts
4 min de leitura
Tecnologia atuando no agronegócio

Live traz diferentes visões sobre integração de tecnologias no agro

Na busca por mais eficiência e produtividade, o agricultor enfrenta desafios diversos. Para atacar todas essas dores, é importante adotar uma gama de ferramentas digitais, investindo nas especialidades de cada uma delas. Esse cenário foi o tema da live de […]

Leia na íntegra
Posts
4 min de leitura

Expodireto 2020 lança arena com foco em inovações digitais

Mais de 250 mil visitantes são esperados na Expodireto Cotrijal 2020, que acontece de 2 a 6 de março em Não-Me-Toque, no Rio Grande do Sul. Focada em tecnologia e negócios, a feira é uma das maiores do mundo no […]

Leia na íntegra
Posts
4 min de leitura

Vanessa Sabioni, do AgroMulher, entrevista Syngenta Digital

A Syngenta escolheu o Brasil para lançar sua frente de soluções digitais no mundo. A chegada da Syngenta Digital é um marco para o agro e, por isso, um time de influenciadores foi escolhido para comunicar a inauguração da marca global.   O #EsquadrãoDigital é formado por Michele Guizini, Vanessa Sabioni, Agro de Respeito e João Pierobon que, juntos, têm um alcance […]

Leia na íntegra