Citricultura: nova molécula é testada para controle de pragas - Syngenta Digital
Citricultura: nova molécula é testada para controle de pragas - Syngenta Digital Citricultura: nova molécula é testada para controle de pragas - Syngenta Digital Citricultura: nova molécula é testada para controle de pragas - Syngenta Digital Citricultura: nova molécula é testada para controle de pragas - Syngenta Digital

Citricultura: nova molécula é testada para controle de pragas

4 min de leitura

A startup paulista CiaCamp trabalha em mais uma arma para combater as pragas que atacam os cítricos. A pesquisadora Simone Picchi, fundadora da startup, desenvolveu produtos que atuam no controle da clorose variegada dos citros (CVC) – mais conhecida como […]

por Syngenta Digital
Citricultura: nova molécula é testada para controle de pragas - Syngenta Digital Voltar
Citricultura: nova molécula é testada para controle de pragas - Syngenta Digital
Molécula atua contra pragas da citricultura

A startup paulista CiaCamp trabalha em mais uma arma para combater as pragas que atacam os cítricos. A pesquisadora Simone Picchi, fundadora da startup, desenvolveu produtos que atuam no controle da clorose variegada dos citros (CVC) – mais conhecida como “amarelinho” -, do cancro cítrico e do greening (HLB).

Durante as pesquisas, Picchi estudou a molécula antioxidante chamada N-acetilcisteína (NAC), utilizada em xaropes mucolíticos usados para desobstruir as vias respiratórias em humanos. A pesquisa resultou no desenvolvimento de produtos que têm demonstrado eficiência no controle das pragas mais comuns na citricultura.

Durante os testes realizados em laboratório, a pesquisadora constatou que as plantas com CVC e sadias tratadas com os produtos à base de NAC ficaram mais saudáveis. As árvores ficaram mais abundantes em frutos e eles também ficaram maiores – em relação às plantas que não receberam o mesmo tratamento.

Uma das grandes vantagens da utilização da molécula no controle das pragas é que ela é de fácil degradação. Isso quer dizer menos impacto ambiental. O NAC também é uma molécula pequena, que pode ser absorvida facilmente e isso faz com que sua ação seja mais rápida.

A pesquisa

A ideia surgiu depois que a pesquisadora realizou um pós-doutorado na área de biofilme bacteriano em 2010 no Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Genômica de Citros (INCT Citros). Na época, sua supervisora, a pesquisadora Alessandra Alves de Souza, estudava a ação da molécula como possível alternativa de controle ao amarelinho.

Picchi começou a estudar a molécula como uma alternativa sustentável no manejo de doenças fitopatogênicas (bacterianas) que acometem a citricultura. Como resultado, as pesquisas resultaram em dois produtos à base de NAC. Um, desenvolvido para ser pulverizado e, o outro, para ser aplicado como fertilizante na raiz das plantas.

Logo depois, a pesquisadora licenciou a patente da aplicação da molécula para o controle de pragas agrícolas do Centro e fundou a startup. As pesquisas foram desenvolvidas com apoio do programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) da FAPESP.

Simone Picchi espera continuar as pesquisas em campo neste ano para avaliar a dosagem necessária e o número de aplicações ideais para controlar as pragas. Ela pretende avaliar também os efeitos da molécula em outras 10 bactérias fitopatogênicas causadoras de doenças em culturas como o café, a soja e o tomate. Se tudo der certo, o produto deve chegar ao mercado ainda em 2018.

Gostou do post? Leia mais no Blog da StriderAcompanhe nossas redes sociais em Facebook, Instagram, LinkedIn e Youtube.

Leia mais da categoria:

Posts
4 min de leitura
plantação de milho e tecnologia

Agricultura 4.0

Responsável por um agro cada vez mais preciso, com maiores e melhores resultados, a agricultura 4.0 tem transformado a vida nas fazendas. Sensores em colheitadeiras, drones, aplicação de fertilizantes na dose, local e tempo certos. Quem iria imaginar! A realidade […]

Leia na íntegra
Posts
4 min de leitura

KERNEL: Três características essenciais para atuação internacional

A Kernel é considerada a maior empresa da Ucrânia no ramo de óleo de girassol. Além disso, também é a principal fornecedora de produtos agrícolas na região do Mar Negro para os mercados mundiais, e se encontra presente em mais […]

Leia na íntegra
Posts
4 min de leitura

Inteligência artificial na agricultura: a contagem de estande por foto

Uma ferramenta de inteligência artificial na agricultura de contagem de plantas por imagem fornece aos produtores dados importante da lavoura de uma área de forma mais ágil. Hoje, esse trabalho é feito manualmente por técnicos de campo, que usam trenas e calculam a quantidade estimada de plantas por hectare. A funcionalidade já está disponível […]

Leia na íntegra