Dessecação pré-plantio: seu guia de boas práticas! - Syngenta Digital
Dessecação pré-plantio: seu guia de boas práticas! - Syngenta Digital Dessecação pré-plantio: seu guia de boas práticas! - Syngenta Digital Dessecação pré-plantio: seu guia de boas práticas! - Syngenta Digital Dessecação pré-plantio: seu guia de boas práticas! - Syngenta Digital

Características, cuidados e guia para a dessecação pré-plantio

4 min de leitura

Garantir uma safra produtiva, com boa qualidade e poucas pragas, envolve alguns cuidados prévios com o solo. A calagem e a adubação são dois deles, mas é preciso garantir que não vai haver outras plantas concorrendo com o cultivo principal […]

por Giovanna Vallin
15 de outubro de 2021
Dessecação pré-plantio: seu guia de boas práticas! - Syngenta Digital Voltar
Dessecação pré-plantio: seu guia de boas práticas! - Syngenta Digital
Dessecação pré-plantio

Garantir uma safra produtiva, com boa qualidade e poucas pragas, envolve alguns cuidados prévios com o solo. A calagem e a adubação são dois deles, mas é preciso garantir que não vai haver outras plantas concorrendo com o cultivo principal — e é nesse momento em que a dessecação pré-plantio entra em cena. 

A dessecação feita no pré-plantio evita que muitas pragas e ervas daninhas sobrevivam e também facilita demais o momento de plantar, já que as terras estarão mais limpas e mais uniformes para receber a semeadura. 

Você já aplica a técnica na sua lavoura? Ainda não? Ou aplica, mas sente que poderia fazer de uma forma ainda mais estratégica? Não importa qual seja o seu caso, siga lendo este artigo para aplicar a melhor dessecação pré-plantio e garantir uma ótima produção!

Índice

O que é a dessecação pré-plantio?

A dessecação pré-plantio é uma prática que elimina ervas daninhas e outras vegetações existentes na terra por meio de herbicidas. Afinal, entre um plantio e outro, é comum que existam restos de culturas anteriores e daninhas que podem reduzir a eficiência do plantio. 

O fato é que, quanto mais plantas estiverem concorrendo no solo, maior será a competição por nutrientes, luz e água e menos a lavoura original vai receber, o que impacta de forma negativa a qualidade e a boa produtividade

Outro ponto que torna a dessecação pré-plantio essencial é que, quando a prática não é feita, há boas chances de as pragas resistirem no solo, sejam elas das ervas daninhas ou da cultura antecessora, o que também poderá trazer sérios prejuízos à sua safra. 

Planta daninha no cultivo da soja
Plantas daninhas na plantação de soja.

Quais são os cuidados antes da dessecação?

Acaba sendo um erro comum apenas aplicar herbicidas na terra, esperando que qualquer inseto-praga e vegetações pré-existentes sejam eliminadas. Dependendo do herbicida que você usar, o resultado não será o esperado e aí você segue tendo os problemas de produtividade que citamos no começo do texto. 

Então, alguns cuidados prévios vão permitir que a dessecação pré-plantio seja, de fato, um diferencial para a qualidade de sua safra. A seguir, nós trazemos um passo a passo que deve ser feito antes da prática. Veja como é! 

Entenda qual é e como é a vegetação da sua terra

O conhecimento de seu campo é um divisor de águas no momento da dessecação pré-plantio. Por isso, cabe a você ir ao campo e entender quais são as plantas daninhas na área: elas são gramíneas? Tem folhas largas? E quanto aos insetos-praga? 

Feito isso, também é essencial que você descubra a espécie dessas plantas para aplicar o herbicida que fará a dessecação mais eficiente. 

Aplicação de herbicida na fazenda utilizando máquina
Aplicação de herbicida.

Escolha o melhor herbicida para a prática da dessecação

Você sabe que existem inúmeros tipos de defensivos químicos a serem aplicados e que, quando bem utilizados, sua lavoura fica devidamente protegida. Porém, quando mal escolhidos o tiro sai pela culatra e você corre o risco de só contaminar seu solo.  

Portanto, para uma escolha eficaz de verdade, é essencial que você tenha um receituário feito por um engenheiro agrônomo. Esse profissional também vai auxiliar você nas melhores dosagens, certo? 

Aplique o herbicida respeitando as boas práticas

A pessoa que irá aplicar o herbicida deve estar protegida durante todo o período de manuseio do produto em questão. Nesse ponto, é fundamental usar EPIs (os equipamentos de proteção individual) de qualidade e em bom estado. Orientar a equipe também é um cuidado que você deve prezar

Como fazer a dessecação em pré-plantio?

Agora que falamos sobre os cuidados prévios para fazer a dessecação pré-plantio, chegou o momento de ver as dicas de como fazê-la, de fato. Trazemos todos os pontos na sequência, acompanhe! 

Adquira o herbicida recomendado para seu tipo de solo

Depois de fazer a análise e entender qual é a vegetação e pragas existentes na área, é o momento de comprar o herbicida, que, como a gente já falou, deve ser feito a partir de um receituário de um agrônomo. O herbicida pode ser aplicado direto no solo ou sobre a folhagem da vegetação. São 3 tipos mais comuns: 

  • Aplicados ao solo: são os herbicidas que fazem o movimento da raiz para as folhas, via xilema; 
  • Aplicados às folhas: são os herbicidas de contato. Eles agem de forma mais rápida exatamente no local onde foram aplicados e não fazem o movimento para o interior das plantas ou solo; 
  • Sistêmicos aplicados às folhas: nesse caso, são herbicidas que fazem, sim, o movimento das folhas para outras partes das plantas, via floema. 

Vale ressaltar que a escolha certa depende da ajuda de um engenheiro agrônomo — dessa forma, você evita prejuízos e ganha eficiência na dessecação, não se esqueça!

Escolha bem o momento da aplicação

Dias muito quentes fazem com que o herbicida possa evaporar rapidamente, não cumprindo sua função devida. Além disso, em dias com muito vento, é comum acontecer o deslocamento do produto. Portanto, escolha um horário no qual a temperatura esteja bem amena, com umidade relativa do ar superior a 60% (como o começo das manhãs ou fins de tarde), e, claro, um dia sem vento.

Qual é o momento de fazê-la?

Em geral, o indicado é que você faça a dessecação pré-plantio cerca de 30 dias antes de fazer a plantação. Também é interessante ter em mente que a adoção ou não dessa prática vai depender do momento em que a semeadura será feita, mas quase sempre é necessária. 

Por exemplo, culturas de soja toleram o convívio com plantas daninhas por um período muito curto: em torno de 18 dias. Em condições mais adversas, essa tolerância pode ser de 7 dias ou menos.  

Quais são os benefícios de fazer a dessecação pré-plantio?

Planta daninha no milharal
Planta daninha na plantação de milho

Nós citamos algumas vantagens da dessecação até aqui, mas saiba que existem muitas outras. Entre elas: 

  • A facilidade do plantio, uma vez que a terra está limpa;
  • Melhor desenvolvimento inicial da cultura; 
  • Melhora da produtividade e qualidade, já que sua plantação não vai sofrer com vegetação secundária sugando os nutrientes
  • Manutenção da boa umidade do solo, devido ao fornecimento de palhada; 
  • Facilita o controle das pragas, visto que muitas delas sobrevivem na vegetação, quando não há a dessecação. 

Deu para perceber que sua boa produtividade sai ganhando com a dessecação pré-plantio? Por isso, antes de começar a próxima semeadura, faça o reconhecimento do solo e não deixe de aplicar essa técnica, combinado? Agora que a dessecação pré-plantio está mais esclarecida, nossa dica é que você leia sobre o planejamento rural para sua lavoura. Trazemos dicas para melhorar a produtividade, as finanças e muito mais!

Leia mais da categoria:

Manejo
4 min de leitura
Análise de solo

Análise de solo: como fazer e interpretar os laudos

Como produtor agrícola, você sabe bem que o solo está entre os elementos mais importantes para a produtividade da sua safra. Mas nem sempre a terra está em condições ideais para o plantio — o excesso ou a falta de […]

Leia na íntegra
Manejo
4 min de leitura
Adubação verde

Como a adubação verde atua na melhora da qualidade do solo?

Você já ouviu falar sobre a adubação verde? A prática traz múltiplos benefícios para o sistema produtivo, sendo o principal a fertilização dos solos. A princípio, pode parecer uma prática complicada, ainda mais quando é realizada pela primeira vez. Mas […]

Leia na íntegra
Manejo
4 min de leitura
Crotalária

Crotalária: a leguminosa aliada no combate de nematóides

Imagine ter uma espécie de leguminosa capaz de fornecer adubação verde e ainda combater nematóides em diferentes tipos de culturas? A crotalária tem esses atributos. A planta tem sido bastante utilizada por produtores pelo Brasil devido à sua alta adaptabilidade […]

Leia na íntegra